Ora, Não é Só Crer em Jesus?

Ora, Não é Só Crer em Jesus?

por

Raniere Menezes

Estando ele em Jerusalém, durante a Festa da Páscoa, muitos, vendo os sinais que ele fazia, creram no seu nome; mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos. E não precisava de que alguém lhe desse testemunho a respeito do homem, porque ele mesmo sabia o que era a natureza humana. (João 2.23-25)

Há uma frase muito romântica que diz mais ou menos assim: “você pode não crer em Deus, mas Deus acredita em você”. Biblicamente, isso é uma piada. Baseado no texto acima muitos creram em Jesus, mas isso não garantiu sua salvação. E aí?

Ora, mas a Bíblia não diz em outro lugar que é só crer em Jesus? – alguém poderia indagar – Que tipo de fé essas pessoas tinham? Observe que no texto de João os crentes eram professos. Eles professavam crer nEle. Eram pessoas que estavam maravilhadas pelos milagres operados. Ficaram convencidos “intelectualmente” de que ali estava o Messias, que há muito esperavam. Mas não eram discípulos verdadeiros. “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos” (João 8.31).

Observem um detalhe importante: “o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos”, Jesus Cristo conhecia a todos, isto significa que Ele sabia quem era e quem não era regenerado. Tais crentes não eram convertidos; não eram crentes genuínos. Embora estivessem entusiasmados, não existia novo nascimento.

O Senhor Jesus sabia que quase todos eram ouvintes de corações empedernidos. Cristo, o próprio Verbo lançou a semente, mas conhecia o solo. “A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria; estes não têm raiz, crêem apenas por algum tempo e, na hora da provação, se desviam”. (Lc 8.13). Assim que a tribulação ou a perseguição por causa da Palavra os atingissem, murcharia e definharia a suposta fé que diziam possuir. Jesus não confiava neles, pois os conhecia muito bem.

Ele mesmo sabia o que era a natureza humana” – Esta verdade deve fazer os crentes hipócritas tremerem. Muita gente pode enganar as pessoas, mas não enganam a Cristo. O SENHOR enxerga a podridão interior e certamente as trará a juízo, a menos que se arrependam. Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. (2 Pe 1:10).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *